Conlang
Advertisement

Existia um menino que não tinha esperanças de vida, tinha perdido os pais numa noite de meia-noite num beco sem saída, oprimido, cansado, sem respostas de sua vida, olha para para o céu e promete, por sua vida e sanidade, que irá vingar os seus pais, custe o que custar, nem que sua vida dependesse disso. Estava chovendo muito em seu bairro, os trovões cobriam o silencio de sua casa, um frio que não deixava o menino sair de casa ou entrar lá, então com uma mente brilhante, criou seu melhor amigo, e ele o chamou de Man, uma criatura humanoide de 3,27 metros de altura, com uma boca que abre 3x vezes mais que uma boca de um ser humano, seus olhos dilatados cobrem-se de algo preto como a escuridão e não é tão fofo como esperado, seus membros são compridos como um pedaço de graveto e são muito finos, como se estivesse desnutrido, seu torso é grande e se dá para ver os seus ossos e de profunda imensidão, com lábios que, de tão secos, parecem os rios sem água restantes, o garoto ficou feliz de ter criado ele, mas ele sabia que não seria por tanto tempo. De madrugada o garoto ouvi gritos na sua sala de estar, indo checar percebe que a coisa que tinha criado era real, estava mexendo nas coisas como algo real faria, a criatura olha para o garoto e diz: A MORTE TEM FICADO MAIS PERTO, EU SINTO, ao ouvir isso o garoto corre para seu quarto, com medo e chorando muito, a criatura seguia o barulho de seu choro e o garoto, segundo historiadores, nunca teve chance contra Man. Obrigado por ler, caso tenha gostado ou achado curto, lembrem que foi minha primeira creepypasta, vou melhorar aos poucos e se quiserem, vou contar cada detalhe sobre Man para cada um que pediu, desde tamanho, velocidade, personalidade, sons e muito mais.


Escrita por: Gustavo Lopes Micaloski, 13\07\2022

Advertisement